terça-feira, 5 de outubro de 2010

Saudades de Maria Sampaio


Hoje acordei com imensas saudades de Maria Sampaio. Sonhei com ela; perambulamos juntas por esses espaços nebulosos trazidos pela noite, espaços de festas e de alegrias, de encontros. Acordei e senti saudades de seus comentários nesse blogue, e, principalmente, de sua plena vocação para viver. Ô essamenina, a saudade está grande, viu? Como é, já proseou muito com São Pedro por aí? Ele tem boa prosa? Ele já te apresentou a Irene preta, Irene boa? Como ela é? E o reencontro com sua mãe e seu pai? E o batuque? No céu tem caruru? E Jorge, o Amado? Já te pediu pra digitar algumas páginas do novo romance? Tem trabalhado aí, mulher? Acho que não. Acho que você só tem feito é festa, reencontrando os amigos todos que se foram antes. Nas festanças daí você dança Cajuína com quem? E as fantasias? Quais tem usado? Ah, minha amiga, são muitas perguntas. Perguntas de quem ainda passeia do lado de cá, convivendo com aquilo que mais se materializa nessas bandas: saudade.


Fotografia: blog de Maria Sampaio: http://continhosparacaodormir.blogspot.com

6 comentários:

Katia disse...

Soube que diante de sua morte, falou não de medo, mas da saudade como o sentimento que lhe atingia o coração! Morrer é saudade, Maria, mas viver, sem tê-la entre nós, virtualmente ou bem de perto,também!!! Bem disse aero!

Chorik disse...

Aero, tenho a impressão de que ela ainda está se recuperando. Logo poderá nos mandar um alô, talvez uma psicografia. Por quem ainda näo se sabe.

Bípede Falante disse...

Aero, eu essa semana acordei com o perfume da minha mãe na minha própria pele, com o olhar da minha mãe nos meus olhos, com os desejos da minha mãe na minha essência e quase morri de desgosto.

Gerana Damulakis disse...

Nossa, eu só consegui chorar ao ler suas palavras.

aeronauta disse...

Oi, Bípede, sei exatamente o que é isso.
Kátia: realmente, Maria tinha uma grande ligação com a saudade.
Chorik: também tenho essa impressão.
Gerana: também chorei ao escrevê-las.

Nilson disse...

Olhos marejados. É incrível como ela nos marcou, marcou tanta gente. De repente fiquei com vontade de esperar mesmo pela mensagem de que Chorik falou. Imagine em que termos Maria não iria descrever o outro plano!!