domingo, 9 de outubro de 2011

a quem?



Para Paulo, Evandro e Jailson


Que a poesia e a literatura interessam a poucos, sempre soube. Ainda mais num sábado à noite. Sempre soube, sempre soubemos. Os livros são tantos, a vida tão pouca, tão pequena, os livros são tantos e vivemos tão pouco, poderia cantar essa cantiga o domingo inteiro, mas quem me ouvirá?, quem me ouvirá?
A quem interessará saber que Otacílio Mendes não se matou, mas saiu do quarto vestido com uma roupa nova? Que Santa Maria Egipcíaca "chegou/ à beira de um grande rio" ? Que Nelson Rodrigues disse considerar-se "um fracasso"? Que Jorge Luis Borges encontrou-se, aos setenta, com ele jovem? A quem? A quem?


Imagem: fotos de nosso sarau; ontem, 08/10/2011.

9 comentários:

Anônimo disse...

Precisava dizer tanto, mas não direi nada!

M. disse...

Interessa a mim, muito, amiga, a você e a alguns outros. E vamos seguindo. Bjs.

Lidi disse...

Aero, também interessa a mim. E como eu gostaria de participar desses encontros em tua casa! Bjs

Chorik disse...

Quero te escrever uma carta de amor amigo. Tenho ganas de jogar tudo para o alto e me mudar para Amargosa. Tem emprego aí?

Maria Muadiê disse...

meu livrinho ali!!!
emoção.

Bernardo Guimarães disse...

saudade de vosmecê!
sartei, vc viu?

Naiana P. Freitas disse...

[Nãoé um comentário]
olá, Ângela tudo bem? O motivo desta quase postagem é um olá. confesso, estava me sentindo meio escritora do século passado, pois meus comentários e os seus funcionavem para mim como cartas. [Adoro-as]. Fiquei com o espaço meio vazio, pois nunca mais pude conversar com vc. Então, mando-te um abraço e um feliz dia do professor um dia atrasado. abraços apertados.

Sandra disse...

"Os livros são tantos, a vida tão pouca". Ás vezes é difícil acreditar na existência de um universo tão amplo e tão pouca vida para contempla-lo. Isso nos mostra Ângela, que existe sim muitos "a quem" interessa. Abraço.

Anônimo disse...

Ah vontade de estar aí contigo na imensidão que é a literatura. Beijos. (João Neto)