terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

"O amor paixão"

Num dos melhores livros de Clarice Lispector que já li, aquele de entrevistas (extremamente original) chamado "De corpo inteiro", ouvi uma das respostas mais lindas sobre o amor. E veio de Vinícius de Morais. Seguem, abaixo, perguntas e respostas:

" - Acredito Vinícius. Acredito mesmo. Embora eu também acredite que quando um homem e uma mulher se encontram num amor verdadeiro, a união é sempre renovada, pouco importam as brigas e os desentendimentos: duas pessoas nunca são permanentemente iguais e isso pode criar no mesmo par novos amores.

- É claro, mas eu ainda acho que o amor que constrói para a eternidade é o amor paixão, o mais precário, o mais perigoso, certamente o mais doloroso. Esse amor é o único que tem a dimensão do infinito.

- Você já amou desse modo?

- Eu só tenho amado desse modo."

5 comentários:

Mônica Menezes disse...

Ai, mulher de asas, eu só acredito no que é precário, no que é difícil, no que arde...

Beijos.

SANDRO ORNELLAS disse...

"Só tenho amado desse modo" é a típica resposta de clarice.

Críticas Criticáveis disse...

Nauta vc anda tão romântica, acho q esta apaixonada...

Carlos Barbosa disse...

Bem, eu ando com Vinicius na alma. Abr. Aérea Persona. (carlos)

Personagem Principal disse...

"Só tenho amado desse modo", que lindo! Em idas e vindas, volto a acreditar que esse é o único amor que vale a pena, ainda que seja o mais doloroso tb...