terça-feira, 26 de maio de 2009

Interlúdio


INVENÇÃO


Como inscrever teu nome na noite,
se te inventei, e teu rosto é sombra
repousando leve no mundo?

Como esperar que me reconheças,
se são nuvens teus olhos, e tua presença
sempre desaparece em total silêncio?

Como te tocar, ao menos em sonho,
se é densa a névoa que nos separa,
e imensa a distância que te enlaça?

Como te manter, enfim, em minha casa,
se te inventei ágil, invisível, oscilando
na transparência vaga de uma lágrima?



Imagem: "Leveza", por Ducarvalho.
(www.flickr.com)

13 comentários:

Gerana disse...

Fui lendo e ouvindo um eco: é a semelhança com um certo poema que conheço. Confluência? Não sei como nomear.

Mirdad disse...

"A Mulher Invisível" é mais ou menos por aí.

Aeronauta, se der, não deixe de ouvir a entrevista de extrema clareza de José Inácio Vieira de Melo no programa Podcast K7.

Link direto da entrevista: http://elmirdad.blogspot.com/2009/05/podcast-k7-05-jivm.html

aeronauta disse...

Gerana, diga-me qual é o poema! Fiquei curiosa.

Gerana Damulakis disse...

"Situação" é o poema. Não se sinta ofendida com a comparação, na verdade, apenas um eco, graças à insistência da palavra "como" para perguntar.
Sei que não sou poeta, nem pretendo ser; meu livro único de poesia foi fruto da juventude em sua plenitude, essa coisa que faz a gente pensar que sabe tudo, que é tudo, que pode tudo.

Gerana Damulakis disse...

Postei "Situação" no Leitora só para vc conhecer.

Katia Borges disse...

Versos lindos, amo sua poesia. BJ

imonizpacheco disse...

Versos que me deixaram com vontade de quero mais. Voce sabe dizer as palavras certas.Porque não publica um livro?
A foto também é muito legal.

M. disse...

Lindos, lindos demais seus versos.

karina rabinovitz disse...

poema lindo

Nilson disse...

Belíssimo! Um ritmo perfeito, e leve, leve! Você devia postar mais poemas, embora também adore os textos em prosa.

Renata Belmonte disse...

Volte. Sinto sua falta.
Bjs

Anônimo disse...

é linda a sua escrita.
a impossibilidade de tocar materialmente a essência, a inspiração, o espírito, a criação.


obrigado!
pela imagem que fiz ( a da foto).
às vezes penso assim, Poeta.
e estendo a mão até.


bom domingo


jose antonio du carvalho

aeronauta disse...

Oi, José Antonio (Du Carvalho): feliz, muito feliz com sua presença. Sua foto é linda!
Um bom domingo também pra você!
Abraços.