terça-feira, 28 de outubro de 2008

Heranças


Pai, aos quinze anos de idade, e tia Nói, aquela do sapato de madeira, lembram-se? Atrás do retrato vem a data: 1952. Esse retrato pai sempre utilizava para provar que já teve cabelos lisos. Só depois que resolveu passar máquina zero é que os novos fios nasceram crespos. Baixinho que só: nisso eu puxei a ele. Mãos nos bolsos da calça, desvendando a mais pulsante vaidade, é coisa herdada por minha irmã. Foi nessa época que ele realizou o maior sonho de sua vida: comer um quilo de açúcar. Trabalhou e arrumou dinheiro suficiente pra ir na venda e comprar. Com o quilo de açúcar nas mãos foi para o quintal e se empanturrou. Na quarta colher, vomitou tudo. Oh, como é metafórico isso...
Tia Nói, adulta, como vocês já sabem, nunca teve meias palavras: mulher de pulso forte, sempre bebeu pinga e brigou onde quer que estivesse. Porém, nesse dia aí do retrato ainda era uma menina. Por isso o retratista tratou de colocar uma cadeira a fim de conseguir uma possível simetria entre ela e pai. E esses braços cruzados? O que significam? Já traços de sua personalidade querendo saltar... Vejam só a cara quase se enfezando...
Ah, pai, como lhe procuro, como lhe procuro!
Minha irmã estará para sempre simbolizada nessas suas mãos dentro do bolso; e eu nesse seu olhar interrogativo.

7 comentários:

Menina da Ilha disse...

Você sabe que não posso chorar porque assim como mãe, quando choramos passamos o dia inteiro com dor de cabeça. A minha começou a doer.

maria guimarães sampaio disse...

Vocês são maravilhosos. Tia Nói é um portento!

Bernardo Guimarães disse...

Uma foto desta, diz tanto...
Pai parece conformado, mas tia Nói tá puta da vida! duvido que ela quisesse fazer esta foto naquele momento. Descendo da cadeira, vai meter a porrada em pai!ele não revida, só se afasta...

Mayrant Gallo disse...

Quando é que sai este livro de memórias? Seus textos me dão vontade de adentrar a vida dos outros, em busca de tesouros...

Anônimo disse...

Faço coro com o Gallo. Beber da vida dos outros para nos bater com a nossa.

Personagem Principal disse...

Hahahahha, ela tá com cara de que vai meter porrada em todo mundo mesmo. Vcs duas formam uma dupla e tanto. :)

Mônica Menezes disse...

Sempre tão bomte ler. Beijos. Mônica