quinta-feira, 11 de junho de 2009

Onze anos

Meu sobrinho fez o dever de casa: escrever sobre o amor. Deixou aqui nos meus arquivos. Amor aos onze anos, ou aos cem.



O AMOR AO PARCEIRO

O amor é bom, o amor é uma mistura de cores vivas que formam o arco-íris mais bonito de todos. Aquele que só é visto por quem ama. Quando amamos, esquecemos de tudo o que nos cerca. Só pensamos naquele que amamos. Quem ama sente um bem estar sensacional, querendo estar sempre do lado de quem ama.

O amor nos toca uma vez e pode durar para toda a vida e nunca mais ir embora. O amor é a única beleza que existe no coração. O resto é tudo fantasia. O amor é algo indescritível... Algo mágico.

Marcus Vinícius



* Desenho feito por ele, imitando imagem vista.

15 comentários:

Maria Muadiê disse...

lindo, lindo, lindo.
e eele também desenha bem! gosta de mangás, não é? minha filha lê sempre.
bjo

Marcus Gusmão disse...

Esses moços...

maria guimarães sampaio disse...

Marcus, você é porreta. Escreve bem, desenha bem. Beijos de Maria

Bernardo Guimarães disse...

quer dizer que além de comedor de pizzas o senhor ainda escreve e desenha tão bem assim?
com a escola que tem, mãe e tia...

Renata Belmonte disse...

Fiquei com vergonha dos meus desenhos!!!! Lindo texto tb!!!!
Bjs

Gerana Damulakis disse...

Lindo, parabenize seu sobrinho com um beijo.

Lidi disse...

Aero, o teu sobrinho, sem dúvida, teve a quem puxar! Um beijo!

Janaina Amado disse...

Rapaz! Acho que você já conhece o amor...

bípede falante disse...

Parabéns! Esse menino será um bom homem. E ser um bom homem é o que existe de mais difícil em um mundo como esse da gente.

Livia Natalia disse...

Tá no sangue?

Nilson disse...

Beleza, texto e desenho. Grande Marcus Vinícius!

gláucia lemos disse...

"O amor é a única beleza que existe no coração" Pois é, o menino já conhece o caminho das pedras, que, apesar das pedras, é "a única beleza que existe no coração".

gláucia lemos disse...

"O amor é a única beleza que existe no coração". Ele sabe das coisas, já conhece o caminho das pedras que, apesar das pedras é mesmo "a única beleza que existe no coração".

Marcus Vinícius disse...

Titia,
Obrigado por publicar o poema no blog e obrigado também a todos que comentaram!!!

Menina da Ilha disse...

Fiquei toda cheia quando você disse que tinha colocado no blog. Quando ele me mostrou assim que terminou de escrever, já fiquei babando e quando li os comentários, tive que amarrar meu pé na mesa para nao sair voando. Como sabe, mãe é tudo igual. Esse é meu menino de ouro. Bjos para todos.