quarta-feira, 8 de abril de 2009

pirata enraivado


Fui escrever um comentário no blogue de Maria e me lembrei desse pirata aí. Claro, é meu sobrinho Vinícius, com um ano e seis meses. Dessa idade até os três anos ele não ia com a minha cara. Nessa época eu estava fazendo mestrado em Recife, ficávamos distantes, e quando nos encontrávamos ele não ligava pra mim, me mordia, chorava, pintava o diacho.
Na véspera de seu aniversário de dois anos, ao chegar de viagem e tocar a campainha de sua casa ouvi: Quem é? É titia? Se for titia pode ir embola! Noutra feita fui amarrar o seu sapato e como não conseguia alinhar seu pé e o cordão, ele disparou: Titia burralda, estuda tanto e não sabe amarrar meu sapato!

3 comentários:

maria guimarães sampaio disse...

Às gargalhadas. O menino é o máximo, a história do sapato... Super. Não foi a toa que adorei Vinicius.
---------
Quanto a outra mensagem sua lá na festa de adultos, nada cifrado não (rá rá rá). Continho, continhos para cão dormir.

Renata Belmonte disse...

Morrendo de vontade de apertar essa fofura!
Bjs

Bernardo Guimarães disse...

...e nós pudemos conhecer o rapaz. graaaaaande comedor de pizzas!