segunda-feira, 27 de abril de 2009

Proteção


Numa tarde dessas, ao dobrar uma esquina, ganhei de presente dos céus o rosto, os cabelos e os olhos de um e-amigo, assim, completamente ao vivo, e não mais no papel. Ele me olhou e seguiu. Não me reconheceu. Tive um arrebatamento de felicidade. Ele existia de verdade, como desconfiava. Ele era bonito, como imaginei. Nos seus olhos que me olharam e que não me viram me senti completamente protegida. De mim, do mundo, de existir.


Imagem: 'Onírico' por 10064 dias.
(www.flickr.com)

8 comentários:

Alguém que admira seus textos disse...

Aeronauta,

Aproveito este post para responder ao seu comentário da postagem anterior. Você ficou curiosíssima para saber quem eu sou, portanto, estamos quites. Guardemos nossas identidades e teremos nossa proteção. Quem sabe até nossos olhares já se cruzaram e não soubemos nos identificar. Fica o mistério.

Continuarei circulando por suas palavras, mas não estranhe se eu demorar a me manifestar por aqui. Caso isso aconteça, estarei admirando seus textos como de costume, discretamente, sem deixar rastros.

Bernardo Guimarães disse...

mais um mistério: quem é o e-amigo que aeronauta viu e que não a viu/reconheceu e nem sequer sacou que ela o conheceu?
eu estava no interior. antes disso, estava sendo roubado em buenos aires. além de tudo,estou sendo pretencioso porque "ele é bonito" e nós já elegemos nilson o mais bonito dos e-amigos. decifrado o mistério?

Gerana Damulakis disse...

Há algo mais instigante do que o mistério? Aqui, as histórias estão de mãos dadas com o toque do enigmático, da precaução, do segredo... que nos prende, atados que estamos, quando mais não fosse pelos ótimos textos, seria também por essa coisa impalpável. Adoro o blog.

maria guimarães sampaio disse...

pô! bernardo foi em cima de minha descoberta. Além de Nilson ser O belo também é aéreo!
-------
mas tu foste ao palavreado de Kátia na Bienal, eim Aero?

aeronauta disse...

RESPOSTAS:
Alguém que admira meus textos: "Fica o mistério". É isso. É bom.
Bernardo: Eu não disse "o mais bonito". Você, por exemplo, é bonito.
Gerana: Sua visita ao meu blogue sempre me dá felicidade. Gosto demais de suas leituras.
Maria: ...E eu já gosto de seu "palavreado"! Pois é, tive lá. Foi ótimo.

Chorik disse...

Aero, só tenho medo do dia que te descobrirem. Se do mistério tenho até simpatia, não é por ele que te leio. O medo, portanto, é de perdê-la.
Bjs

Nilson disse...

Oi, gente. Andei planando por aí, tipo Aeronauta, e cheguei atrasado à conversa. Que história é essa de "o mais belo"??? Se pelo menos eu fosse negão, e do Ilê - este sim, "o mais belo dos belos". Agora falando sério: na verdade, Aeronauta se dá ao luxo de se tornar invisível, observando as pessoas pela cidade afora, sem ser notada. Me dei conta de que sempre fantasiei com isso. Lembra aquela série "O homem invisível".

aeronauta disse...

Chorik: não tenha medo, não vou deixar as pessoas me descobrirem, não vou deixar.
Nilson: É verdade: sou mesmo completamente invisível.