terça-feira, 22 de julho de 2008

Falta de inspiração

A pior coisa para a pessoa que escreve, ops!, para a pessoa que vive, é a tal falta de inspiração. Bandeira dizia que até para atravessar a rua é preciso inspiração. Estava certíssimo. Sem inspiração o bom é ficar dentro de casa, trancada no quarto esperando a morte chegar. Melhor do que sair e ser atropelado.
Hoje estou vivendo um dia desses. Fiquei trancada no quarto e, quando a morte já vinha, dei um pulo da cama e fui na rua comprar chocolate. Comprei um tablete enorme e comi vorazmente. A serotonina entrou bem, pois já estou com vontades até de fazer faxina em casa. E voltar para a yoga. Enquanto isso a pia de prato sujo me olha de soslaio, como se dissesse: "e eu?" Espere, garota, que já estou indo. Ai gente, cá pra nós, se viver é isso, ter de se balançar de um lado para outro fazendo coisas, é mesmo um negócio chato demais. O pior é que ficar deitada também o tempo todo não dá: o tédio nos degola. O que fazer então?
Com a falta de inspiração os livros me olham da estante e têm pena de mim.

4 comentários:

Menina da Ilha disse...

Que bom que você conseguiu sair de casa. Cama não tem mesmo nada a ver com você. Use sempre esse método do chocolate quando ouvir o chamado da danada. Eu como você sabe, não gosto de chocolate e assim, sigo meu caminho numa cumplicidade doentia com a minha cama.

Bernardo Guimarães disse...

Que delícia!...quando me sentir sem inspiração, vou lhe pedir uma dica. Tenho lido vc diariamente via Maria Sampaio e seus textos são lindos. Maria nos apresentou. Prazer em ler.

M. disse...

Até sem inspiração você arrasa, heim? Muito bem, e viva a serotonina! Beijos

Críticas Criticáveis disse...

O problema é qdo vc está cheio d inspiração e não consegue fazer nada, isso é mto ruím, meu psiquiatra chama isso de ansiedade psíquica excesso de inspiração e falta de atitude...ngm merece, pq somos assim? ou pq sou assim?