segunda-feira, 28 de julho de 2008

No ar

Ih, gente, infelizmente não sou da terra. Não vale a pena me conhecer. Sou completamente invisível, me escondo no meio das letras dos livros. Tenho colóquios difíceis com os anjos, eles não me aceitam por lá; por cá, os ares são densos. Onde deverei ficar? Onde? Sempre embaixo daquela nuvem, aquela onde eu me escondi anos atrás, escoltada por ventos.

6 comentários:

M. disse...

Por você não ser da terra é que vale mais a pena te conhecer.

maria guimarães sampaio disse...

Então, tá!
Digo eu.
E Bernardo o que dirá?
Maria
PS. Ó lá... nas entrelinhas, geralmente, se encontra boa coisa. As melhores estariam no meio das letras dos livros?

maria guimarães sampaio disse...

voltando no fim da tarde para agradecer seus comentários sobre Rosália. Fico contente que uma professora universitária esteja curtindo. É bom demais escrever, não é mesmo?
Beijos Maria

Bernardo Guimarães disse...

Ora, direi,
onde quer que vás,
estarei por perto
a lhe escutar.
Também sei ler, como Maria, nas entrelinhas.

maria guimarães sampaio disse...

"Como é que você sabe que sou professora universitária?" Apois, essamenina... quando encontrei seu bloco li as notas anteriores e continuei lendo. Meu sonho é escrever um livro policial. Vem daí o vício da observação? No meio das letras do bloco de notas eu li. Maria

poetriz disse...

Ih, mas o povo daqui é tão chato que vale a pena sempre conhecer gente de fora. =P