terça-feira, 1 de julho de 2008

Acordando...

A vida não dá o que a gente quer, e isso é motivo para briga. Fosse a vida uma pessoa, eu já havia arrancado os cabelos dela. Já havia unhado ela bastante. Puxa, vida, por que você gosta de ser do contra? Me diga, cafetina desvairada, cínica, sonsa, tirada a besta? Ah, "lá na frente vou entender"? Que nada, que filosofia canhestra, não caio mais nessa não. Eu quero é desbancar você, tirar você do eixo, lhe dar um bofetão, ter o que é meu de direito. E não quero um pedaço de bolo não, quero um bolo inteiro.

6 comentários:

Mônica Menezes disse...

Eu também, eu também. Beijos

maria guimarães sampaio disse...

Aeronauta,
nem vou falar nada da vida... por ela eu vou à luta todo dia.
O bilhete é para responder sua pergunta: Muito de domingo mais recente 29-6-2008
Valeu.Maria

Marcus disse...

Corte esta ordinária na bainha de facão. Um dia, quem sabe, ela aprende.

Personagem Principal disse...

Eu também. Quero o bolo todo, o pacote completo e, não, eu não vou me contentar com menos que isso!

Quero quebrar o nariz de alguém AGORA!

katherine funke disse...

pega pelos cabelos que eu seguro pelos pés!

mas

a vida...
pode ser tão boa
também!

Antonio Sávio disse...

Lindo texto. Sensível do começo ao fim.